domingo, 19 de novembro de 2017

The Rock's Hidden Treasures - 81. Voodoo Highway

VOODOO HIGHWAY: Os Italianos da Pesada


O Voodoo Highway é uma banda Italiana de Ferrara, é um quinteto formado em março de 2011 por Matteo Bizzarri (guitarra), Federico Di Marco (vocais) r Filippo Cavallini (baixo), a eles se juntou Alessandro Duò (teclados) e Vincenzo Zairo (bateria).


Em seu lançamento já foi indicada como uma banda revelação e definida como o “novo Deep Purple”, por Craig Gruber, um dos grandes músicos que teve passagem pelo Rainbow, Black Sabbath e Gary Moore Band.


A banda faz um som Heavy Clássico misturado com uma abordagem mais atual, resultando numa música muito forte e contagiante.
Ela tem três ótimos álbuns, e ela está ficando cada vez mais madura a cada lançamento. 
Eles mantêm viva a chama da cena do clássico hard rock dos anos 70 e tenho certeza de que esta banda tem muito mais a oferecer. 



Discografia
    2011 - Broken Uncle's Inn
    2013 - Showdown
    2017 - The Ordeal

Banda
    Filippo Cavallini - bass
    Federico Di Marco - vocals
    Vincenzo Zairo - drums
    Massimiliano Sabbadini - Hammond, keyboards
    Filippo Romeo – guitars



VOODOO HIGHWAY - The Deal 



VOODOO HIGHWAY: The Deal Live Isola Rock Winter 04/02/2017



VOODOO HIGHWAY: Grace Of The Lord



VOODOO HIGHWAY: Wastin' Miles



VOODOO HIGHWAY: This is Rock'n'Roll, Wa*kers!



O Voodoo Highway é mais uma banda a manter a Sagrada Chama do Rock And Roll bebendo de Fontes Sagradas Setentistas.
Longa Vida ao Voodoo Highway!
Longa Vida ao Rock And Roll!




quarta-feira, 15 de novembro de 2017

The Rock's Hidden Treasures - 80. Jared James Nichols

JARED JAMES NICHOLS: Um Grande Guitarrista e uma Grande Banda


Jared James Nichols é um guitarrista e cantor norte americano de Blues-Rock do estado de Wisconsin.  Ele é mais conhecido por suas performances altamente contagiantes e enérgicas com sua guitarra.


Ele normalmente usa uma Gibson Les Paul Custom com um single-pickup Seymour Duncan p90 na posição da ponte da guitarra, apelidada de “Old Glory” que é sua assinatura, e com ela faz misérias no palco, ele usa cordas D’addario NYXL 10/52.


Seu amplificador é um Blackstar de 30 watts montado em caixas de 100 watts, usa os pedais Duncan Boost-Overdrive, um Dallas-Arbiter e um Tychobrahe Octavian.


Sua banda é um Power Trio que se baseia no som do início dos anos 70, sua música é um Hard Rock que tem como inspirações o Cream e o Mountain, ou seja, suas fontes são das melhores.


Em sua carreira já acompanhou grandes nomes do cenário do Rock Mundial, como Glenn Hughes, Zakk Wylde, Walter Trout , UFO, Saxon e Blue Öyster Cult. 

Banda
     Dennis Holm (drums)
     Jared James Nichols (vocals, guitar)
     Erik Sandin (bass, vocals)


Albums
     2014 - Old Glory & The Wild Revival
     2015 - Highwayman


JARED JAMES NICHOLS: I’m Gone



JARED JAMES NICHOLS: Crazy



JARED JAMES NICHOLS: Baby Can You Feel It



JARED JAMES NICHOLS: Never My Life




Jared James Nichols é um grande guitarrista e honra as tradições do som dos anos 70.
Longa Vida a Jared James Nichols!
Longa Vida ao Rock And Roll!



quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Pré-Estréia da Banda Delta Crucis

Primeiro Show da Banda


A Banda Delta Crucis fará a sua Pré-Estréia no dia 11.112017 no Paradise Tattoo & Body Piercing, que fica na Rua Abilio Soares 723.
A apresentação será um Pocket Show e terá início por volta das 18h00, e contará com o seguinte Set List:

1. 39
2. Ela Vinha do Texas
3 Cidade Grande
4. O Anjo dos Olhos Azuis
5. Delta Crucis



A banda será composta por:
- Danilo Martire: baixo e vocal
- Áureo Alessandri: guitarra
- Edu Gonzalez: bateria
- Walter Possibom: guitarra



Delta Crucis: 39 Live At Cosanostra Studio



Delta Crucis: Ela Veio do Texas Live At Cosanostra Studio



Delta Crucis: O Anjo dos Olhos Azuis Live At Cosanostra Studio



Longa Vida ao Delta Crucis!
Longa Vida ao Rock And Roll!


domingo, 29 de outubro de 2017

The Rock's Hidden Treasures - 79. King King

KING KING: A Banda que Abrirá os Shows do Black Country Communion


O King King é uma banda escocesa que lançou neste mês o seu quinto disco chamado Exile & Grace, o qual teve as mixagens realizadas por Chris Sheldon, que trabalhou com bandas como Foo Fighters, Feeder Therapy?, e é considerado como o melhor da banda.


Suas músicas são uma mescla muito bem elaborada de Blues e Rock, suas letras obedecem a um tema central, como diz Alan Nimmo o guitarrista e vocalista da banda:
- Há um tema subjacente no novo álbum, explica Alan. Algumas das músicas principais são sobre o estado do mundo, você sabe, esse belo planeta azul que está se transformando em um campo de batalha. Há uma sensação mais dramática e mais rockeira desta vez, mas você também possui as baladas comemorativas. Ainda é King King. É exatamente o que estamos fazendo agora.


O lançamento deste disco ocasionará ao King King a sua maior turnê pela Europa, como Alan diz:
- Nós decidimos dar esse salto, nós só precisamos acreditar nesse velho ditado do Wayne's World - se você o construir, eles virão. Eu acho que temos a ambição e o impulso para fazê-lo funcionar. 


Qualquer um que tenha visto a banda ao vivo pode constatar sua qualidade musical, e não é por acasao que o Black Country Communion os convidou para serem sua banda de apoio.
King King é mais uma grande banda de Rock para nossos ouvidos.

Discografia
   2011 – Take My Hand
   2013 – Standing In The Shadows
   2015 – Reaching For The Light
   2016 – Live
   2017 – Exile & Grace

Banda
   Alan Nimmo - lead vocals, guitars
   Bob Fridzema - keyboards, vocals
   Lindsay Coulson - bass, vocals
   Wayne Proctor – drums


King King - (She Don't) Gimme No Lovin' [Official]



King - Broken [Official]




King King - Rush Hour [Official]




O King King é mais uma grande banda com raízes na década de setenta.
Longa Vida ao King King!
Longa Vida ao Rock And Roll!







sábado, 30 de setembro de 2017

DELTA CRUCIS

Delta Crucis: A Nova e Brilhante Estrela no Universo do Rock Brasuca




Danilo Martire: Vocal & Bass



Aureo Alessandri: Guitar & Back Vocal



Edu Gonzales: Drum & Percussion



Walter Possibom: Guitar & Back Vocal


Delta Crucis: 39 Live At Cosanostra Studio



Delta Crucis: Ela Veio do Texas Live At Cosanostra Studio



Delta Crucis: O Anjo dos Olhos Azuis Live At Cosanostra Studio





O ROCK EM HOMENAGEM AOS DEUSES E A UMA GRANDE CIDADE

sábado, 31 de dezembro de 2016

Happy New Year Rockers

FELIZ 2017


Entre os sonhos mais loucos que tivemos neste ano que se despede, surge a imagem gloriosa de Jimi Hendrix entre tantos Mitos e Heróis da Humanidade, numa posição de reflexão e expectativa.
Vista de cima, a terra parece azul !
Para quem se entregou, com o risco da própria vida, ao cultivo da paz e da fraternidade, na certeza de que a justiça social e a firmeza de propósitos seriam a medida certa para uma melhoria do padrão existencial, parece que os prognósticos não são dos mais positivos: descrença, desânimo, entre a hipocrisia e o egoísmo, o radicalismo e a miséria !
Todos esses ingredientes detonados por uma colossal bomba colocada sobre o dorso de um deslumbrante cavalo alado que com seu porte angustia e alivia ao mesmo tempo aos homens !
Mas sempre há quem tem a força suficiente para acreditar num futuro melhor; repleto de amor, de compreensão e de caridade!
Com muita Luz e muito Som, desses que se espalham pelos becos das grandes cidades do mundo vestidos de jeans, com os cabelos grandes, sentindo a pulsação do Planeta através dos seus elementos naturais, procurando preservá-los. E neste momento, sobre este signo de esperança, formado por uma Corrente Universal de Jovens, o semblante de Jimi se descontrai e ele sorri; um riso franco, paternal e a todos abraça, com suas asas, que são duas guitarras que vomitam o Fogo Eterno dos Justos!

LONGA VIDA A JIMI HENDRIX!
LONGA VIDA AO ROCK AND ROLL

O Planet Caravan deseja a todos os que curtem Rock que tenham um ótimo 2017 com muita saúde, paz, harmonia, amor e prosperidade, e, claro, MUITO ROCK AND ROLL.

Johnny Jackknife


AC DC : For Those About To Rock



ALICE COOPER : Elected



JIMI HENDRIX : Machine Gun Live Filmore East


EMERSON LAKE & PALMER : C'est La Vie


==========================================================


quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Special Edition - 57. A Minha Moda

A MINHA MODA


Muitos me perguntam por que eu não uso as Roupas da Moda.
Muitos me perguntam por que eu não uso os Cortes de Cabelo da Moda.
Muitos me perguntam por que eu não uso o Sapato da Moda.
Muitos me perguntam por que eu não ouço a Música da Moda.
Muitos me perguntam por que eu não uso a Gíria da moda.

E eu respondo que eu uso tudo isso sim...

... mas não a Roupa da Moda que um estilista idolatrado pela mídia consumista, num repente esquizóide e por necessidade de maiores ganhos da indústria de roupas para manter sua fortuna sempre em alta, define com sendo a roupa certa para aquela temporada, a qual tem um início e um fim.

... mas não o Corte de Cabelo que um cabeleireiro, num dia de loucura onde decide que será famoso, e que resolve executar cortes aleatórios e malucos, ajeitando os cabelos de forma bizarras dizendo que aquilo era uma experimentação, definindo que esse cabelo seria determinante para a construção do cabelo ideal para aquela temporada, que também teria um período com um início e um fim.

... mas não o Sapato da Moda que foi resultado de uma noite de bebedeiras e que após isso um designer fez um desenho alucinado e determinou, a partir de então, que naquela temporada ele seria o definidor do bom gosto, e que se você não o utilizasse você estaria “fora da moda”, mas ele também teria um início e um fim.

... mas não a Música da Moda, a qual foi construída por um músico muitas vezes brilhante mas que ganhou uma boa soma de dinheiro para construir um ritmo e uma melodia fútil simples e fácil de degustar que iria determinar o modelo musical daquela época, definindo o padrão de consumo, e que serviria durante um período de tempo, portanto, também teria um início e um fim.

... mas não a Gíria da moda, a gíria criada por pessoas pseudo-intelectuais ou semi-alfabetizadas que, por inabilidade de se expressar dentro dos padrões lingüísticos corretos e também por uma pressa inexplicável em falar o mais rápido possível, criam palavras e jargões que destroem a língua pátria e que obriga a quem queira se comunicar com eles que aprenda essa “nova língua”, mas que também sofre com a ação do tempo por sua futilidade e duram um curto espaço de tempo, dando lugar a outras tão chulas como essas.

Eu uso a moda ditada por uma cultura que vem de longa data, que foi criada como um grito de lamento pelo cerceamento da liberdade e que com ela visava a sua libertação, a minha moda visa o crescimento e a liberdade do ser humano e, com isso, se presta a um maior inter-relacionamento entre todos os povos, o que irá culminar com a união de todos os seres vivos em uma única aldeia global, baseada em critérios morais, éticos e recheado com muito amor e respeito.

Eu uso calças de jeans, pois ela é muito mais que apenas uma vestimenta, ela representa a época de luta de jovens em torno de um ideal revolucionário que sonhava com a liberdade total e a igualdade entre todos, alguns dos quais morreram por isso quando lutavam por esses ideais de libertação.


Eu uso os cabelos longos e soltos aos ventos, para que simbolize a integração do ser humano à natureza que lhe cerca, trazendo mais harmonia e mais paz interior a todos nós, o que nos diz da humildade que precisamos ter em relação à natureza, pois ela já estava aqui quando nós viemos, e de quanto os seus rios são importantes para nós, do quanto que as arvores são essenciais para a vida, e de como o ar nos entrelaça numa grande massa única e interligada.

Eu uso tênis, pois ele me deixa mais perto do solo sagrado onde os nossos ancestrais estiveram, e por que também ele me mantém mais próximo de nossa Mãe Terra, de onde tiro parte de minha energia para continuar essa nossa luta.

Eu ouço Rock And Roll, pois o Rock é muito mais que música, ele é a soma de todas as artes que, juntas, conceituam todos os parâmetros para essa busca que fazemos em nosso dia-a-dia pela nossa elevação moral e espiritual e que um dia culminará com a união de todos.


A minha gíria é a gíria do amor, da felicidade, da busca pela elevação espiritual, ela representa a forma de transmitir o carinho e o amor entre todos nós, ela é respeitosa ela é suave e serena.

A minha moda é usada apenas como uma forma de expressão desta minha cultura, e não como uma simples manifestação de colocação ou conjunção social, ou de auto-afirmação perante a sociedade onde quero dizer que estou ou sou “atual”, mas que irá durar um curto espaço de tempo para em seguida dar lugar a outra completamente diferente, e claro, vazia de conceitos, pelo menos os morais.

A minha moda não distingue as pessoas, não seleciona quem tem dinheiro de quem não tem, não expõe mazelas, não precisa e nunca precisou de passarelas para ser anunciada, ela não é capa de revistas, mas ela é veiculada silenciosamente pelas ruas através de seus representantes: os Rockeiros.


A minha moda nunca discrimina quem quer que seja por isso ela usa a caveira como um de seus maiores símbolos, pois quando se olha uma caveira é impossível determinar se ela vem de um homem ou de uma mulher, de um branco ou de um negro, de um ocidental ou de um oriental, de um rico ou de um pobre, mas os que usam essa minha moda são tachados de drogados, viciados, vagabundos, loucos, adoradores de satã, somos chamados de “aqueles que curtem aquele barulho” por não conseguirem identificar os sinais que existem em nossa música.

Portanto, a minha moda teve um início, mas nunca terá um fim enquanto o mundo precisar de amor, de compreensão, de caridade, de liberdade, o Rock And Roll continuará mais vivo que nunca lutando por todos nós em busca da verdadeira aldeia global e do amor entre todas as criaturas.

LONGA VIDA AO ROCK AND ROLL!
... essa é a minha moda!


RAINBOW : Long Live Rock'n'Roll Live Munich 1977


KISS : Rock And Roll All Nite Live Rocks Vegas


ROLLING STONES : It's Only Rock 'n' Roll Live The Vault - LA Forum 1975


MADE IN BRAZIL : Minha Vida é o Rock'n'Rol Live Gillan's Inn Rock Bar 2015



++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++






Jackknife Johnny